sábado, 22 de agosto de 2015

Cena 6



São palavras ao acaso numa espécie de prosa gasta. Na corda bamba, no equilíbrio do simples ao indefinível, as imagens sensitivas se abrem em dilúvios. São digitais também as imagens da água e do fogo que engravidam a lua enquanto a tua epiderme lisa, numa interrogação muda, clama, tão perto e tão dentro de mim, o tempo inquieto, a lágrima pendular, a última golfada. Esgares, suplícios, angústias, sem auroras que despontem para um promissor amanhecer, me inquietam; seus estilhaços maculam a palavra poética e às apalpadelas amarfanho o papel em curto e rápido desassossego, diante do horizonte fechado em cinza, delineado pelas palavras que proíbem sutis farpas do frescor do sol. 

(José Carlos Sant Anna)



10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Porque há palavras assim... que precisam serem ditas sem qualquer poesia, mas eu entendo o poeta, que é poeta mesmo, assim o vejo, achar que qualquer coisa escrita, deva servir somente a poesia, pois ela é o objetivo maior.:)

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Jose Carlos.
    Lembrei-me de você e vim da um aló rsrs. Uma feliz semana. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Por aqui, são sempre palavras a estrear que nos levam em viagens alucinadas...quem sabe ... alucinantes!?

    Perdida, mergulhei e afoguei-me no teu mar de sentidos apenas palpados no sabor das letras.

    És um grande escritor, Sant' Anna !

    Beijinhos sem 'cena'.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Olhar perdido nas criações da nuvens, pensamentos brotando das mãos do passado, nostalgia por tudo o que se foi e bronca de um futuro impotente que nada oferece... Enfim, são lembranças parindo belas e arquitetadas palavras...
    Então, José Carlos, receba o meu abraço...

    ResponderExcluir
  10. É tão mágico quanto interessante te ler e ler as pessoas tentando decifrar a sutileza dos seus pensamentos.
    Tento sentir; explicar não me seria possível. Vc é ótimo!
    Tenha um lindíssimo dia.
    Beijos

    ResponderExcluir