quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Realidade

Imagem da Internet

Inimaginável,
um milagre entre o céu e a terra,
a oliva, fora do seu pomar,
onde não há outra tão assemelhada,
sem subtrair-se ao tamanho alcançado
e mesmo na penumbra sob a pele,
ao levantar a cabeça para espiar a vida
em torno dos seus ramos compridos,
me espreita guardada por um cão
invisível. 

(José Carlos Sant Anna)

7 comentários:

  1. José Carlos,

    Este é daqueles poemas de excelência que proporcionam
    várias leituras, conforme a realidade e capacidade
    de sonhar de cada leitor.
    Uma realidade é este teu imenso talento poético
    que eu admiro tanto, meu amigo!
    Sabes, eu sou uma observadora e apreciadora destes
    "milagres" singulares que sobrevoam a realidade,
    com gestos soberanos ao caminho comum!...
    Deixo o meu carinho com votos de um 2017 luminoso
    com estes milagres, pacífico e pleno de realizações
    para ti e extensivos a tua família!

    Um beijo e abraço de paz.

    ResponderExcluir
  2. Que bom que após uma pequena pausa, às vezes necessária, você voltou a nos brindar com excelentes versos que levam sua assinatura, que exibem sua marca,já conhecida!
    Beijo, meu amigo, que 2017 continue a brindar-te com essa inspiração! (Adorei teu último comentário, deixei resposta).

    ResponderExcluir
  3. Caro José Carlos, bom ver-te de volta, agora com o seu Realidade. Um poema singular. Belo poema. Parabéns.
    Grande Abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir
  4. José Carlos

    este poema deixou-me a imaginar e o meu comentário é apenas um.

    milagres também podem acontecer na poesia.

    muito belo!

    bom ano de 2017 com muita inspiração meu caro Poeta amigo

    beijo

    :)

    ResponderExcluir
  5. Às vezes podemos ouvir o clamor das antigas oliveiras no silêncio que nos cerca...
    Um belo poema, meu amigo.
    Que 2017 seja um ano muito abençoado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. a "tua" oliveira tem uma ascendência milinar: por ela passaram já muito milagres (e muitos enforcados)!...

    ... e bem merece um cão que a guarde - antes que se extinga.

    caloroso abraço, Poeta.

    votos de BOM ANO para ti e aqueles que amas.

    ResponderExcluir
  7. Uma realidade... entre a terra e o céu... umas vezes mágica... outras vezes inimaginável... e outras vezes totalmente incompreensível...
    E é nesta disparidade... que se situa a vida... e a nossa paixão por ela...
    Mais um belíssimo trabalho, José Carlos!
    Um grande abraço! Bom ano!
    Ana

    ResponderExcluir