sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Definição



o poema
é cabeça torta de menino
que ainda não aprendeu
a enfiar o botão na casa


(José Carlos Sant Anna)



8 comentários:

  1. Que o poema seja sempre descoberta no caminho
    do aprendizado, com a alegria do lúdico...
    Maravilhoso, poeta!!

    Voando nos espaços dos amigos para deixar votos
    de um feliz final de semana!
    Beijos, José Carlos!

    ResponderExcluir
  2. o poema

    é pincelar a vida com alegria
    e com cores garridas
    mesmo que nem saiba o nome delas

    ;)

    ResponderExcluir
  3. É sim. Por isso tantas vezes ficamos de mãos vazias à espera que emoções nos devolvam as palavras que modelam o poema...
    Uma boa semana, meu Amigo.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Amigo, nas dobras da vida você escreve lindas inspirações poéticas. amei! Abraços

    ResponderExcluir
  5. É sim, um poema puro. Bela definição.

    Bj

    ResponderExcluir
  6. Olá José Carlos!
    quando não dá para apertar o botão, vai com ele desabotoado mesmo rsrs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Boa noite.
    Hoje minha visita é só de gratidão pela visita e o lindo comentário que deixou. Obrigada, seja sempre bem vindo ao nosso blog. Abraços da amiga Elza.

    ResponderExcluir
  8. Uma definição deliciosa!...
    Adorei!!! Se não se importar, José Carlos, ficarei com ela debaixo de olho, para qualquer dia a destacar lá no meu canto, com um link para aqui... e a mesma me dará o motivo ideal... para fotografar botões, em breve!... :-D
    Um grande abraço!
    Ana

    ResponderExcluir