domingo, 31 de março de 2019

Chá de Gramsci entortou minha cabeça



:)
Que barato!
Estou prá lá de Marrakesch
Quase "doidão". K. me dopou
com um chá de Gramsci por email.

Viciado, dependente e malas prontas
sonho com uma "fortaleza", que "bem fica"
circundada por praças e coretos,
além do horizonte e dos meus sentidos.

K., sem rosto, corpo fechado
livre  solta  etérea
depois de entortar minha cabeça

"viaja" na minha angústia de poeta
para escrever insólitos poemas
como um pão nosso de cada dia. 


(José Carlos Sant Anna)

8 comentários:

  1. «Escrever insólitos poemas como pão de cada dia»
    é uma tarefa para génios...
    Porém, concordo -- chás de Gramsci dão para alucinar.
    Aplaudo a fina ironia.
    Não conhecia a banda de jazz, foi um prazer ouvi-los.
    Uma ótima semana, José Carlos.
    O meu abraço cordial.
    ~~~

    ResponderExcluir
  2. Não conheço os chás de Gramsci. Mas se fazem viajar a sua angústia de Poeta e deixam que os poemas sejam o seu pão de cada dia, então é bom bebê-lo mesmo que seja virtualmente…
    Uma boa semana, meu Amigo.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Excelente acaso.

    Sorte a do Poeta
    que virou a cabeça
    e com ela virada
    entrou em Gramsci
    Kapa quem?
    Azar o meu
    dei uma volta e ninguém
    interessante na rua
    Não fui ao chá bebi
    Kafé... com quem?

    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Que barato! Boa música e um chá de Gramsci provocaram um maravilhoso poema. E malas prontas.

    Beijo, José Carlos.

    ResponderExcluir
  5. "camarada" José Carlos,

    antes "dopado" com chá de Gramsci, (não o sabia ervanário rss)
    que ser atingido pelos "órgãos de Stalin", não te parece?

    dessa menina K. é de esperar tudo!

    forte abraço

    ResponderExcluir
  6. Que maravilha de Soneto!
    Dá vontade de entrar no chá e na emoção embalada pela canção!
    Muito bom quando a inspiração flui dessa forma leve e prazerosa!
    Que a vida seja sempre rica assim!
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  7. Estamos todos precisados de um K... que nos entorte a cabeça... e nos faça levar a vida menos a sério... para a podermos apreciar, devidamente... ou então... de um desses chás... que eu não conheço... com sabor a aventura...
    Adorei o vídeo, de uma sonoridade deliciosa, e com uma banda, que desconhecia por completo!...
    Uma publicação de uma leveza adorável... em palavras e sons... que adorei apreciar por aqui!...
    Beijinhos! Feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  8. Não conheço os chás de Gramsci, mas, por vezes o Poeta precisa de algo surreal para conseguir escrever poemas como este aqui.
    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir