segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Bilhete



Tudo era tão perfeito
quando você se aninhava
em meu corpo viajado
para dizer-me quanto era amor
os sonhos e as canções
que nos enleavam em balões de alegria
até que os dias se apagaram
tão de repente pelos caminhos
dos escritos delirantes
e dos labirintos interiores
sem deixar que as labaredas,
as chamas se extinguissem
no mundo de estampas
em que estivemos cativos
sem sombra a separar-nos.

(José Carlos Sant Anna)