quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Enquanto aguardo a noite de Natal

  


Sairei a passear pelos arredores de Bach,

arrastando pela coleira um pastor alemão a latir em russo ou em polonês,

como sabê-lo?

Se calhar, camarada, deixarei o pastor pelos arredores de Mozart e trarei de lá

um rouxinol

para uma ingênua melodia sentimental, com a devida vênia de Villa-Lobos, enquanto aguardo a sombra de um voo.

(José Carlos Sant Anna)

9 comentários:

  1. Gostei muito da ironia do poema.

    Deixando votos de um feliz e Santo Natal extensivo a toda a sua família e amigos/as.

    Boas Festas

    ResponderExcluir
  2. Não acorde desse sonho, querido amigo, eu continuarei por aqui em quarentena, como estão mandando!! rssss
    Feliz Natal e um Ano Novo com saúde, paz e esperança!!
    Beijos, até 2021!!

    ResponderExcluir
  3. ...enquanto aguardo a sombra de um voo.

    ¡Qué bello esto que has escrito, José Carlos Sant Anna. No me queda otra que admirarte.

    Y me encanta cómo complementa la música. Me dejó melancólica, eso sí (sorriso).

    Beijos, muitos

    Bon Nadal (en galego, que todavía no sé escribirlo en portugués)

    ResponderExcluir
  4. Entre Bach, Mozart e Villa-Lobos só haverá luz...
    Um beijo, meu Amigo.

    ResponderExcluir
  5. Muy bonito un.placer leerte!! Feliz navidad. Beso

    ResponderExcluir
  6. Un gusto leerte. Felices fiestas amigo. Saludos.

    ResponderExcluir
  7. Entre Natal e Ano Novo é bom desejar felizes dias, aos amigos.
    _ Cá estou! desejando que 'nos arredores de Bach', haja lindos jardins de Monet.
    E feliz 2021, José Carlos.

    ResponderExcluir
  8. Gostei desse teu inspirado poema, meu amigo poeta José Carlos Santana!
    Meus votos de um 2021 bem melhor do que este triste ano que se finda.
    Muita saúde, e muita paz, caro amigo!

    ResponderExcluir